domingo, 7 de setembro de 2014

Volu - bil - Idade


Hoje eu acordei assim...
Assaz...
Fugaz...
Mesclando letras...
Confundindo estrofes
Salpicando rimas...
Poetizando
Sem politizar...
Embaralhando
Idéias...
Pensamentos...
Ânimos !
Sentidos
Menos apurados...
Menos...
Menos poeta,
Menos mulher,
Menos criança,
Menos ser...
Menos...
Hoje eu acordei assim...
Assaz...
Fugaz...
Trinta e oito graus...
Trinta e oito anos...
De outrora
Querendo perdurar...
Congelar...
Gelar...
O corpo suado
Lânguido... 
Desliza... 
Na rede
Sofá
Cama
Na mesa
Entre eira e beiras
Não tendo onde repousar
Hoje eu acordei assim...
Assaz...
Incapaz...
Querendo saciar amores...
Antes da morte se anunciar...
Sedenta...
De beijos molhados...
Carinhos selvagens...
Salvação ...
Mundo real...
Hoje eu acordei assim...
Assaz...
Audaz...
A mente querendo...
O corpo cedendo...
Inerte no ar...
No ar???
Hoje acordei...
Será que acordei mesmo???
Ou a alma se foi...
E o corpo belaz...
Repousa agora...
Sem vida no chão???

Marisa Gonçalves de Almeida Santos Direitos@ Reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem seu comentário,voce é muito bem vindo(a).

Pesquise